O que é bom para os Estados Unidos é bom para o Brasil?

09/11/2011

por Helena Sthephanowitz, especial para a Rede Brasil Atual

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira o início de um projeto de automatização da cobrança de pedágio nas estradas estaduais. Com o chamado “Ponto a Ponto”, as estradas terão tarifas por quilômetro rodado a partir de fevereiro. Segundo o governador Geraldo Alckmin (PDSB), a primeira estrada a ter o modelo implantado será a SP-075 (rodovia Santos Dumont), no trecho entre Itu e Campinas.

A medida havia sido anunciada em julho pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

Alguns tucanos desinformados, ou agindo de má-fé, comentam na rede que a idéia é de gênio do governador Alckmin. Não é não.

Primeiro, o governador tucano deveria explicar um detalhe, incluído na coluna de Renata Lo Prete (da Folha): “A tentativa de produzir justiça tarifária, o sistema “free flow” fará com que mais usuários paguem para trafegar”. A expectativa já constava no aviso da Artesp, de julho. A tal “justiça” na cobrança virá acompanhada por mais pagadores, incluindo quem percorre pequenos trechos atualmente livres de tarifas.

Em segundo lugar, Alckmin copiou o que é feito há anos nos Estados Unidos e na Europa, mas com uma diferença essencial. Por lá, o pagamento da tarifa ocorre geralmente fora do eixo da rodovia. As cancelas estão instaladas nas entradas e saídas, de forma que o usuário pague exatamente o número de quilômetros que ele utilizou da rodovia privatizada.

Continue lendo »


Mais um pedágio para você:Pedágio no Trecho Sul do Rodoanel começa na quarta

21/08/2011

Do Blog Os Amigos Do Presidente Lula 
Vai começar à zero hora de quarta-feira (24) a cobrança de pedágio no Trecho Sul do Rodoanel Mário Covas. A autorização para o início do funcionamento das praças será publicada neste sábado no Diário Oficial do Estado. Custará R$ 2,50 para os veículos de passeio – os demais pagam de acordo com a quantidade de eixos. O pedágio para motocicletas custará R$ 1,25.
A partir deste sábado, os veículos terão de parar nas praças de pedágio para o teste de equipamentos, como cancelas, mas não vão pagar nada até quarta-feira. O procedimento, chamado de “operação assistida”, foi autorizado pela Agência Reguladora dos Serviços de Transporte (Artesp) nesta sexta-feira.
O Trecho Sul do Rodoanel foi inaugurado em abril de 2010. A estrada tem 61,3 quilômetros de extensão e liga a Rodovia Régis Bittencourt (onde se conecta ao Trecho Oeste) a Mauá, passando pelas rodovias Anchieta e Imigrantes. O trecho foi transferido à iniciativa privada em março. O consórcio SPMar venceu a licitação para operá-lo e ainda construir o Leste. Em contrapartida, poderá explorar o pedágios.
Pedágio sobe mais do que a inflação

O arredondamento nos preços fez o reajuste do pedágio nas rodovias paulistas ficar acima dos índices de inflação em 81 das 136 praças de pedágio – 59,6% do total.Doze contratos mais antigos usam como base o IGP-M no cálculo – que fechou o período base (entre junho e maio) em 9,77%. Mas alguns reajustes desse grupo foram maiores, como o da Rodovia dos Imigrantes, em Diadema, que teve 12% (passou de R$ 1,25 para R$ 1,40). Outras três praças tiveram o mesmo reajuste, que foi o mais alto neste ano.

Os contratos mais novos usam como base o IPCA, que fechou em 6,55%. Mas 19 praças tiveram aumento acima disso, como a Ayrton Senna em Itaquaquecetuba, que passou de R$ 2,40 para R$ 2,60 (alta de 8,3%).Do Jornal da Tarde