Dilma decide em reunião com Lupi convidar Brizola Neto para o Ministério do Trabalho

Brizola

O deputado Brizola Neto (PDT-RJ), que deve ser anunciado nesta segunda-feira como novo ministro do Trabalho

O presidente do PDT, Carlos Lupi, reuniu-se nesta segunda-feira com a presidenta Dilma Rousseff com a finalidade de definir um novo nome para o Ministério do Trabalho. O deputado Brizola Neto (PDT-RJ), de 33 anos, terá seu nome anunciado nas festividades do 1º de Maio como novo titular da pasta. A informação foi passada pelo o líder do PDT na Câmara e vice-presidente da legenda, deputado André Figueiredo (RJ).

Brizola Neto será o ministro mais novo da Esplanada. Neto de Leonel Brizola, fundador do PDT e ex-governador do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul, o deputado exerce o segundo mandato. O parlamentar liderou o PDT em 2009 e teve uma atuação sempre fiel ao governo. Em 2011, se licenciou da Câmara para exercer o cargo de secretário de Trabalho e Renda do Rio de Janeiro.

Em sua página na internet, ele destaca a ligação com o avô. “O nome que carrego é uma bandeira. É um símbolo para milhões de pessoas que sonham com um Brasil diferente, com um Brasil com justiça, com trabalho,com progresso para nosso povo”.

Três nomes foram cotados para assumir a pasta: os deputados Vieira da Cunha (RS) e Brizola Neto (RJ) e o secretário-geral do partido, Manoel Dias.

A pasta está sob o comando de Paulo Roberto Pinto, ex-secretário executivo do ministério, desde o fim de dezembro. Ele assumiu o lugar de Lupi , que teve de deixar o cargo depois de denúncias de irregularidade em contratos com organizações não governamentais (ONG).

Apoio no PDT

Brizola Neto era o favorito para o posto há meses, mas havia áreas de resistência ao seu nome dentro do seu próprio partido, que comanda o ministério. Dilma queria nomear o ministro o quanto antes, para evitar que o feriado do Dia do Trabalho passasse sem a presença de um titular para o cargo.

Lupi ocupava o cargo desde o governo Lula, mas precisou deixar a pasta no ano passado, em meio a uma série de polêmicas, e cedeu o lugar ao interino, Paulo Roberto Santos Pinto.

Dilma tende a participar da Festa do Trabalhador na capital federal e enviará o ministro-chefe da Secretaria Geral, Gilberto Carvalho em seu lugar a São Paulo, onde fará pronunciamento em rede nacional de rádio e TV.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: