Ministério Público investiga repasses a rádio ligada a Aécio

Conversa Afiada de Paulo Henrique Amorim

Governo mineiro deu verbas de publicidade a emissora que pertence à família do ex-governador do Estado. Assessoria de senador afirma que se trata do mesmo caso que já foi levantado pela oposição há um ano e arquivado

PAULO PEIXOTO

DE BELO HORIZONTE

O Ministério Público de Minas Gerais abriu inquérito civil para investigar repasses feitos pelo governo mineiro entre 2003 e 2010 à rádio Arco-Íris, que pertence à família do senador Aécio Neves (PSDB-MG).

No período dos repasses, Aécio era governador do Estado e sua irmã, Andréa Neves, também sócia na rádio, comandava o chamado Grupo Técnico de Comunicação, que apontava as diretrizes e planos de comunicação do governo mineiro.

Aécio tornou-se sócio da rádio em dezembro de 2010. A rádio transmite a Jovem Pan em Belo Horizonte.

Navalha

Minas vai reforçar o grupo que quer a CPI da Privataria, já !

Porque, como dizia o Dr Tancredo, em política não há coincidência.

Paulo Henrique Amorim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: