Kim Jong-il e as gracinhas da Folha

O falecimento do líder norte-coreano Kim Jong-il serviu para a Folha fazer gracinhas anticomunistas no seu editorial de hoje (28). Ela nunca fez piadinhas nas mortes dos generais carrascos do Brasil, que a famiglia Frias sempre apoiou – inclusive cedendo as suas peruas para transportar presos políticos à tortura. Na sua visão colonizada, ela também nunca fez ironias no falecimento de vários ditadores apoiados pelos EUA. Mesmo na cobertura de óbitos, a Folha é seletiva na sua linha editorial!

Neste caso, a Coréia do Norte é um prato cheio para a histeria anticomunista. É um país complexo, que já sofreu várias tentativas de invasão imperialista na sua história, que vive sob brutal bloqueio econômico e que há cinco décadas permanece em estado de guerra, totalmente militarizado – com milhares de soldados sul-coreanos e estadunidenses estacionados em sua fronteira. A base militar ianque instalada no país vizinho conta com mais de 30 mil soldados armados com mísseis balísticos nucleares.

Modelos e dogmas da famiglia Frias

Neste contexto bastante adverso, a Coréia de Norte ergueu um modelo político, econômico e social contraditório e carregado de limitações. Com suas ironias grotescas, o editorial da Folha tenta vender a imagem de que este modelo é seguido pelas esquerdas brasileiras, principalmente pelo PCdoB. Ao estigmatizar a Coréia do Norte em plena solenidade fúnebre, a famiglia Frias procura estigmatizar todas as forças anticapitalistas com o seu anticomunismo rastaqüera.

Aprendendo com seus erros do passado, as forças de esquerda se esforçam para superar modelos e dogmas. Já a Folha, como fanática adoradora do “deus-mercado”, nunca fez autocrítica dos seus equívocos. Até hoje, ela mantém como modelo os EUA, a pátria da rapinagem, do saque e do militarismo. Até hoje, ela segue os dogmas neoliberais do desmonte do estado, da nação e do trabalho – apesar deste receituário regressivo e destrutivo ter jogado o capitalismo na mais grave crise da sua história recente.

A mente brilhante do Otavinho

A Folha faz chacota com a esquerda. “Não tomar Coca-Cola, abominar hambúrgueres e jamais pôr os pés na Disneylândia. Dentre os inúmeros sacrifícios que se pedem de um bom combatente anti-imperialista, exigências como estas são coisa de somenos”. No final, ela sugere uma reunião da direção do PCdoB para debater os fatos exóticos do falecido líder norte-coreano. Pura besteira, talvez “obrada” pela mente brilhante do Otavinho! As forças de esquerda têm coisas mais sérias para discutir sobre o futuro.

Como afirma em seu blog Renato Rabelo, presidente nacional do PCdoB, “ao contrário do que sugere a Folha, na última reunião do Comitê Central do PCdoB, procuramos fazer uma avaliação da nova situação mundial com o desenvolvimento da terceira grande crise sistêmica do capitalismo e consideramos como positivo, em suas linhas gerais, o ciclo político aberto com a posse de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2003, e continuado com a eleição de Dilma Rousseff, em 2010”.

Sem direito de defesa

“Duas tarefas principais se colocam agora diante dos brasileiros: avançar na defesa da economia do país para o enfrentamento da crise externa e o fortalecimento do mercado interno, e lutar para que nosso povo tenha o direito a exprimir o seu pensamento de forma democrática contra o monopólio exclusivo da mídia, capitaneada – entre outros órgãos – por esta mesma Folha de S.Paulo que nos ataca impunemente. Esta grande mídia, reacionária e conservadora, vem escolhendo o PCdoB como alvo de ataque, demonstrando com isso que este Partido a incomoda. Porém, como sempre, sem podermos ter o direito de defesa”.

Ao invés de fazer piadinhas de péssimo gosto sobre o falecimento do líder norte-coreano, a Folha deveria estar mais preocupada com a sua crescente perda de credibilidade e com sua queda permanente de tiragem. Do contrário, alguns poderão também fazer gracinhas quando da sua morte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: