Nem moleque e muito menos de recado

Blog Tijolaço por Brizola Neto

Hoje, mais cedo, liguei para o deputado Giovanni Queiroz, líder da bancada do PDT. Ponderei a ele que a reunião da bancada com o ministro Carlos Lupi, marcada para o meio-dia de amanhã, deveria ser realizada algumas horas mais tarde, para que todos os deputados estivessem presentes – e muitos, por horários de vôo,  só chegariam a Brasília no início da tarde. Além disso, informei-o de que o deputado Paulinho da Força Sindical, mais cedo, comentara comigo que não poderia chegar neste horário, em razão de compromisso que tinha, de manhã, em São Paulo, e que  acaba de cancelar.

Disse a ele que não gostaria que as eventuais ausências de deputados pudessem ser distorcidas  para serem apresentadas como um boicote – que não existe – ao Ministro Lupi.

A conversa foi cortês e o sr. Queiroz não fez qualquer considerações ou perguntas sobre qual seria minha posição.

Duas horas depois, leio uma entrevista desse deputado ao IG dizendo que “– O Brizola [Neto] é que está brigado com o Lupi, porque ele gostaria de ser ministro. Mas a bancada, como um todo, está coesa. Digo isso com todas as letras “.

O deputado Queiroz está com problemas não apenas com as letras, mas de comportamento. Minha posição está permanentemente clara, escrita e assinada. Hoje, ainda,  manifestei-a aqui.

Desafio o deputado Queiroz a levantar uma entrevista, um discurso, um post neste blog onde eu tenha passado sequer a um milhão de quilômetros desta “briga” com Lupi  por “querer ser ministro”.

A não ser que o deputado Queiroz tenha a pretensão de interditar o debate interno do partido, de calar a opinião livre dos militantes sobre a vida partidária, não lhe reconheço o direito de questionar minhas posições  internas nestas bases. Discordo que o partido seja continuamente administrado por comissões provisórias, sem eleições.

Quero, portanto, recomendar-lhe que não se deixe usar  como moleque de recados de quem pretende me “queimar” nesta história, na qual não tenho qualquer participação. Aliás, nem mesmo nos três meses que passei na Secretaria de Trabalho do Rio sequer assinei um mísero convênio com o Ministério do Trabalho.

Porque eu, além de não ser de recados, eu também não sou moleque.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: