O ano em que engrossamos a voz

31/12/2010

Blog Vi O Mundo – Luiz Carlos Azenha

Érica Teodoro, eu, Conceição Oliveira e Padu Palmério, parte da equipe que escalou o vulcão

Eu tinha acabado de escalar um vulcão na ilha do Fogo, em Cabo Verde, quando fiquei sabendo, por e-mail, que tinha sofrido ataques da direitona aqui no Brasil. O fato de que trabalhei para uma empresa que ganhou uma concorrência pública nunca contestada, sobre a qual nunca pairou qualquer dúvida, era notícia! Falo da Baboon Filmes, que fez a primeira temporada da revista Nova África para a TV Brasil. Fiz, por conta disso, o tour completo do esgoto: Reinaldo Azevedo, Diogo Mainardi, capa de O Globo

Descobri, assim, que o Viomundo estava incomodando! Os números demonstravam, então, que era mesmo o caso. Estávamos entre 20 e 30 mil leitores únicos por dia e textos publicados aqui logo eram replicados por toda a blogosfera, graças especialmente ao jornalismo investigativo da Conceição Lemes — que descobriu, entre outras coisas, que o governo Serra não tinha dado continuidade à limpeza da calha do rio Tietê, um dos motivos das enchentes que assolaram São Paulo no início do ano.

Leia o resto deste post »


Lula diz que, se Dilma ‘vacilar’, foge com a faixa

31/12/2010

Último Segundo

Bem-humorado, presidente se despede de funcionários do Palácio com discurso emocionado

Ricardo Galhardo, enviado a Brasília

 

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixa o Palácio do Planalto em seu último dia de governo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se despediu na tarde desta sexta-feira dos funcionários do Palácio do Planalto lamentando o fim das mordomias com o término do mandato. Em tom de brincadeira Lula disse que, se a presidenta eleita Dilma Rousseff vacilar, ele foge com a faixa presidencial correndo pela esplanada dos ministérios.

“Eu quero ver, na segunda-feira, quando não tiver ajudante de ordens, quem virá trazer os óculos: Dona Marisa, pega meus óculos? ‘Vai pegar você!’ Ô meu filho, pega um cafezinho para mim? ‘Não sou seu empregado!’ E a vida continua, Guido”, disse Lula, olhando para o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Bem humorado, o presidente disse que tem treinado para sair correndo com a faixa presidencial em vez de entregá-la a Dilma. “Amanhã, às 4 horas, passarei a faixa para a Dilma. Se ela vacilar eu saio correndo, quero ver ela correr atrás de mim na Esplanada, atrás daquela faixa. Por isso é que eu me preparei fisicamente. Ela disse que parou de andar, então ela vai estar menos preparada do que eu, fisicamente”, brincou.

Leia o resto deste post »


O presidente que não vai virar vaso chinês

31/12/2010

Publicado no site Carta Capital

Rede Brasil Atual

“Um ex-presidente é mais ou menos como um vaso chinês: não tem utilidade nenhuma (…) Ele valeria muito se ele ficasse quieto e deixasse o futuro presidente governar o país com tranquilidade, sem dar palpite.”

Estocadas à parte, o autor da declaração acima sabe que esse desejo não irá se cumprir. Pelo contrário, quando deixar a Presidência da República, no dia 1º deste ano, Luiz Inácio Lula da Silva será recebido com festa no retorno a São Bernardo do Campo. Mais que a celebração em si, vale o simbolismo de demonstrar que não é porque Lula sai do comando do país que deixa de ser reconhecido.

Lula tampouco deixará de ser importante. Nos últimos meses, foram muitas as vezes em que o presidente fez a tal citação do vaso chinês, talvez na tentativa de se forçar a acreditar que deixará de influenciar a vida política brasileira. Lula sabe que não será assim, e mais sinceras consigo são as palavras dos últimos dias. “Deixo apenas a Presidência, mas não pense que vão se livrar de mim, porque estarei pelas ruas desse país trabalhando e lutando para melhorar a vida desse país”, reiterou na última quarta-feira (29) em Recife.

Leia o resto deste post »


A ignorância e a perda de tempo com coisas pequeninas

31/12/2010

Blog do Onipresente


Uma decisão, até certo ponto irrelevante da Petrobrás, colocou em polvorosa a Mídia venal, com seus repórteres pré-pagos e a parcela mais raivosa da oposição – ou o que restou dela! 

Tudo porque a Petrobrás resolveu dar nome ao campo petrolífero TUPI, como LULA, um molusco. Isso bastou para que raciocínios absurdos fossem emanados de cabecinhas cheia daquilo que o Camarão – Esse, um crustáceo – tem de sobra – COCÔ.

Estes animais (os camarões) possuem o corpo comprimido e alongado, dividido em duas principais partes. O cefalotórax (cabeça) armazena os principais órgãos funcionais, como o coração, a glândula digestiva (hepatopâncreas), as brânquias e o estômago. Ou seja, o camarão TEM COCÔ NA CABEÇA, como os nossos Jornalistas amestrados.

Essa quantidade de detritos na cachola, não permite que os “jornalistas” notem que a Petrobrás apenas cumpre uma portaria da Agência Nacional do Petróleo sancionada pelo Ex-presidente Fernando Henrique.

Leia o resto deste post »


Decisão sobre Battisti foi acertada, diz ministro da Justiça

31/12/2010

Para José Eduardo Cardozo, Lula optou dentro dos parâmetros da decisão judicial do Supremo Tribunal Federal

Último Segundo – Andreia Sadi, iG Brasília

 

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, comemorou a decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de manter o ex-ativista italiano Cesare Battisti no Brasil. Cardozo, que assume a pasta da Justiça no domingo, disse ao iG que a não extradição foi “acertada e correta”. ” O presidente optou dentro dos parâmetros da decisão judicial do Supremo Tribunal Federal”, afirmou o ministro.

A decisão de manter o italiano no Brasil foi anunciada pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim. Apesar da situação, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) adiantaram que a Corte deve reavaliar a situação de Battisti. Uma posição final sobre sua permanência, por tanto, ainda será tema de debates na Justiça.

Condenado à prisão perpétua por quatro homicídios na Itália à época em que militava no grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), no anos de 1970, Battisti conseguiu escapar de seu país hoje está preso no complexo penitenciário da Papuda em Brasília, onde aguarda decisão sobre sua extradição.

 


Lula diz que não perdeu nada por não ler jornais e revistas

31/12/2010

Jornal O Povo

No ano passado, Lula já havia dito que não lia notícias para evitar problemas no fígado. Para o presidente, a imprensa faz denúncias sem provas. Ele defendeu a existência de mecanismos de controle da mídia

Lula: responsabilidade para presidente, jornalista e dono de jornal (ANTÔNIO CRUZ/ABr)Lula: responsabilidade para presidente, jornalista e dono de jornal (ANTÔNIO CRUZ/ABr)

Em entrevista à TV Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não perdeu nada por deixar de ler jornais e revistas durante seus dois mandatos. Ele voltou a afirmar que a leitura matinal dos jornais lhe dá azia. Em entrevista no ano passado à revista Piauí, Lula afirmou que não lia notícias para não ter problemas no fígado.

“Tomei a atitude de não ficar com a raiva que eles (imprensa) pensam que eu vou ficar (…). Pensam que eu vou ler, vou ficar com azia, disse ao (ministro da Comunicação), Franklin (Martins) ‘vou parar de lê-los, não vou ficar com azia. E não perdi nada”, disse o presidente à TV Brasil.

Lula disse que a mídia “exagera” e que faz denúncias muitas vezes sem provas. Por isso, afirmou, acha necessária a criação de mecanismos de controle da imprensa.

“Se for ver algumas manchetes dos jornais, esse governo não existiu (…). A imprensa se acha onipotente e que pode criticar todo mundo e eu não posso dizer que está errado (…) Responsabilidade vale para o presidente, jornalista e dono de jornal. Não posso dizer coisas sem ter que provar nada”, disse.

Lula reclamou das cobranças da imprensa pela demissão de ministros e diretores de estatais ligados a escândalos de corrupção. Disse que é preciso dar chance de defesa.

“Quando tem denúncia, querem que eu mande embora logo. Sou contra a pena de morte, tem que esperar se explicar. Como alguém aceitaria trabalhar comigo se eu demitisse na primeira denuncia? É um jeito humano de me comportar, não sou hipócrita. A pessoa que cometeu erro tem chance de se recuperar. Agora, quando implica em criar confusão…”, disse. (das agências de notícias)

 


Colunista da Folha infla números e levanta suspeitas descabidas. É no que dá a falta de rigor…

31/12/2010

Blog do Planalto

Na sua coluna de hoje na Folha de S.Paulo, a jornalista Eliane Cantanhede diz que 2.512 sites e blogs teriam sido “agraciados” com investimentos publicitários do governo federal no ano de 2010. A jornalista errou. Na verdade, esse número refere-se à rubrica “outros” – ou seja, outros veículos além das TVs, rádios, jornais e revistas –, que compreende uma variada gama de mídias, como outdoors, busdoors, painéis eletrônicos, cinemas, painéis em metrôs, terminais rodoviários e ferroviários, aeroportos, carros de som, além de portais, sites e blogs.

No caso da Secom, os investimentos em publicidade na internet em 2010 foram de R$ 3.948.284,98 e alcançaram apenas 71 veículos – menos de 3% do total equivocadamente citado pela colunista, portanto. Registre-se ainda que 88% desses recursos foram aplicados em dez dos maiores portais do país, a saber: MSN, Uol, Globo.com, Terra, iG, Yahoo, Abril, Estadão, Valor Online e Folha.com.br. Nenhum deles pode ser incluído na categoria dos chamados “blogs sujos”. Estão mais próximos daquilo que alguns batizaram de “massa cheirosa”.

Segue abaixo o quadro de investimentos da Secom até 20 de dezembro de 2010. Para evitar novos erros e avaliações apressadas, tomamos o cuidado de separar o segmento “internet” da rubrica “outros”: